Pare e reflita por um instante…

Para você, tudo acontece no seu cérebro. Esta é a sua realidade. Não importa o que ocorra ao seu redor, tudo sempre passará pelo filtro dos seus sentidos.

Se você me disser que a sua meta é comprar um carro esportivo – e não há nada errado em ter uma meta assim – e eu lhe perguntar: “Por que você quer isso?”, você poderá dizer que é para obter status, se sentir mais jovem ou atraente, ou ainda que é pela emoção da velocidade ou da aventura, o fato é que o que você sempre busca é uma sensação de prazer em seu cérebro.

Você não quer o carro. Você quer o que o carro irá lhe proporcionar. E, indo mais a fundo, você não quer o que o carro irá lhe proporcionar, você quer a sensação em seu cérebro que essas coisas irão fazê-lo sentir. (Lembra da diferença entre veículo e objetivo?)

Você pode me dizer que quer qualquer coisa, se eu provocá-lo perguntando “Por quê?” várias vezes, perceberá que invariavelmente a sua resposta final será “Para obter uma sensação de prazer no cérebro”. Perceba como essa mudança na forma de enxergar muda tudo.

No final das contas você não quer um milhão de dólares, emagrecer 10 quilos, viajar o mundo ou encontrar sua alma gêmea, você quer o sentimento que essas coisas irão lhe dar. A partir do momento que entende isso, o jogo muda porque você descobre que pode obter essas sensações sem ter de necessariamente obter o que acabamos de citar. A propósito, os vendedores e publicitários de maior sucesso compreendem muito bem como isso funciona.

O que buscamos não são coisas, mas alguma forma de aumento de qualidade em nossa vida. E, aliás, você já parou para pensar o que realmente determina essa qualidade? Não é dinheiro, amor, saúde, mas a qualidade das emoções que você sente constantemente. E de onde surgem essas emoções?

 

A força que controla seus pensamentos

“Mindset”, eis uma palavra poderosa. E o que ela significa? Eu gosto de pensar em mindset como a “forma como você programou a sua mente para pensar”.

E por que essa palavra é tão poderosa? Porque tudo em sua vida, todos os resultados que você obtém nascem e são construídos a partir do seu mindset. Seu sucesso profissional, seu casamento, sua saúde, sua prosperidade etc.

Basta observar que o mindset de pessoas de sucesso é drasticamente diferente daquele de pessoas frustradas.

Quer ver só? Pense em alguém que você considera uma pessoa de sucesso.

Agora, pense em uma pessoa para quem nada dá certo e que está sempre reclamando, e perceba como as duas têm uma maneira muito diferente de pensar, de enxergar as coisas, de interpretar a realidade e também um conjunto muito diferente de crenças sobre a vida e sobre si mesmas.

Você pode mudar de emprego, esposa, cidade, mas se não mudar a sua mente, as mesmas experiências, os mesmos sentimentos irão se repetir. Goste ou não, o fato é que você está preso a ela.

Por isso, toda mudança, toda nova jornada, começa primeiro em sua mente. É lá que a sua vida acontece. Como fazer isso? A PNL (Programação Neurolinguística) nos traz técnicas muito interessantes e aqui eu vou mostrar uma delas.

 

Perguntas inteligentes

Alguma vez você procurou algo no Google e ele não achou absolutamente nada a respeito? Com certeza, não.

Com o seu cérebro é a mesma coisa. Toda vez que é acionado, ele tem a obrigação de buscar respostas. Ele não pode não fazer isso a partir do momento que a pergunta é feita.

Não leia esta frase.

Viu só? Já leu. É mais ou menos o mesmo princípio.

Então, chegou a hora de utilizar isso em seu favor e aproveitar essa submissão de uma maneira inteligente.

Se você se perguntar:

“Por que eu não consigo emagrecer?”

Seu cérebro irá involuntariamente procurar respostas e elas virão em forma de pensamentos.

Para esta pergunta – que aliás é uma péssima pergunta e você vai ver por que –, as respostas seriam algo como:

“Porque você não tem disciplina… porque você come demais… porque você tem preguiça de se exercitar… porque você sempre desiste no meio do caminho…”

Mas o cérebro não está errado. A culpa não é dele. Ele está se esforçando para responder o que você perguntou.

Qual é o segredo, então? Mudar as perguntas! Essa é uma das forças mais poderosas de transformação, pois isso é algo que você controla. E perguntas inteligentes geram respostas inteligentes.

Então, se você agora perguntasse:

“Como eu posso emagrecer e ainda me divertir durante o processo?”

As respostas não seriam muito mais interessantes?

Outro exemplo: quem você acha que tem mais chance de arranjar um bom parceiro, alguém que pensa:

Por que nenhum relacionamento dá certo comigo?

Ou alguém que pensa:

O que eu preciso melhorar em mim para merecer uma pessoa especial ao meu lado e construir um relacionamento saudável?

E um último exemplo para ficar ainda mais claro:

“Como posso fazer isso se eu não tenho tempo para nada?” versus “Como eu posso organizar melhor meu tempo para focar naquilo que realmente importa?”.

Perceba como existe uma grande diferença nos tipos de respostas que essas perguntas geram.

Resumindo de uma maneira bem prática:

O seu sucesso está diretamente ligado com a qualidade do seu diálogo interno, das perguntas que você se faz constantemente.

Essas perguntas afetam em grande escala como você se sente, como age e de que maneira enxerga as coisas ao seu redor.

Então, fique atento às perguntas que você se faz.

Fascinante a nossa mente, não? Agora que você tem a base de como funciona nosso cérebro, está preparado para o próximo capítulo no qual vamos ver como a nossa vida é o resultado do conjunto de hábitos que cultivamos e, mais importante, como mudar esse conjunto para viver muito melhor. Prepare-se porque a partir do próximo capítulo seus hábitos irão mudar!

(Continua…)

Para saber mais, acesse: www.paulomachado.com

Se gostou, compartilhe…