Posts

Foi um enorme prazer fazer uma Live para a Arteris, uma uma das maiores companhias do setor de concessões de rodovias do Brasil, com mais de 3.400 km administrados e com mais de 4.700 colaboradores.

Transcrição Resumida:

O meu objetivo aqui hoje nesta apresentação especial para a Arteris é bem claro e, confesso, um tanto ambicioso: Ajudar vocês a mudar uma chave mental que vai fazer com que vocês enxerguem de uma maneira totalmente diferente o momento que nós estamos vivendo e – a partir desta nova visão – comecem a ter novas atitudes, comportamentos que vão fazer com que vocês aproveitem estas crise para criar um novo futuro para a vida de vocês.

Há duas formas de enfrentar este momento que todos estamos passando, como se fossem dois futuros possíveis que estão diante de cada um de nós. E o futuro que nós iremos colher em breve quando tudo isso tiver passado, vai depender das escolhas que nós fizermos neste momento.

E para explicar melhor isso, eu gostaria de começar trazendo a introdução de uma palestra de um famoso orador americano (já falecido) chamado Zig Ziglar onde ele faz à plateia 3 perguntas:

  • Você acredita que existem coisas que você pode fazer ao longo das próximas semanas que vão tornar sua vida PIOR?
  • Você acredita que existem coisas que você pode fazer ao longo das próximas semanas que vão tornar sua vida MELHOR?
  • Você acredita que a escolha entre uma opção e outra depende de você?

Ou seja, existem coisas que você pode fazer – e que não dependem de nada e nem de ninguém – além de única e exclusivamente da sua vontade, que vão deixar sua vida melhor, independentemente de qualquer circunstância certo?

Para ilustrar melhor esse raciocínio, imaginem que nós vivemos em dois universos distintos:

Tem o Universo Externo, que é o das variáveis incontroláveis (pandemia, governo, economia etc.), sobre o qual nós não temos nenhum poder e influência.

E tem o Universo Interno, onde neste sim você está no “comando” (Atitude, pensamentos, decisões condutas etc.).

Portanto, neste momento, você tem duas opções: Você pode reclamar da situação que estamos vivendo, das mudanças que estão acontecendo no mundo etc. Vai adiantar alguma coisa?

Ou…

Você pode tirar o seu foco dessas coisas que não dependem de você e concentrá-lo nas coisas que dependem SÓ de você. Indo mais longe ainda, você pode “escolher” enxergar isso que estamos vivendo como uma grande oportunidade de acelerar seu crescimento e então se planejar, criar um plano de ação para aproveitar este momento de uma maneira inteligente e produtiva para sair fortalecido, uma pessoa muito maior do que aquela que lá de trás quando tudo isso começou.

Aliás, você já parou para pensar que este momento único que nós estamos passando pode ser uma oportunidade de ouro para você finalmente conseguir concretizar uma série de mudanças em sua vida que você sempre desejou, mas acabou sempre sendo vencido pela procrastinação, pois estava anestesiado pela correria do dia a dia, vivendo de maneira inconsciente?

Mas de que forma você pode fazer isso?

Este momento é extremamente propício para você, por exemplo:

  • Definir metas claras para sua vida para o seu trabalho
  • Fortalecer seus relacionamentos
  • Melhorar seus hábitos
  • Aumentar seu nível de Autoconhecimento
  • Enfrentar seus medos
  • Encontrar um propósito mais profundo
  • Praticar a bondade e a solidariedade

E do ponto de vista da Empresa como um todo, é uma excelente oportunidade para, como disse a grande Luiza Helena Trajado: “A pandemia obrigou as empresas a evoluírem 20 anos em 20 dias”.

Mas como sair de tudo isso que nós falamos com algo prático em mãos? Há várias dicas e recomendações que eu poderia passar, mas vou focar em apenas uma por causa do tempo:

Pegue um pequeno caderno e pergunte-se amanhã: “Quais seriam 3 COISAS que se eu fosse capaz de concretizar fariam com que eu fosse dormir no domingo à noite com o sentimento de plenitude e realização?”. ESCREVA A RESPOSTA.

Daí, no Domingo à noite, pergunte-se a mesma coisa em relação à semana seguinte e escreva a resposta. Você vai ver a enorme diferença que este pequeno ato vai gerar.

Portanto, lembre-se, você pode reclamar de coisas sobre as quais não tem nenhum controle (só vai gerar frustração e um sentimento de impotência) ou você pode focar em si mesmo e enxergar este momento como uma grande oportunidade de crescer como nunca antes na sua vida e realizar uma série de mudanças que vão fazer com que você inicie um novo futuro a partir de agora. A escolha é sua.

Para concluir, deixo uma frase de um psiquiatra austríaco chamado Viktor Frankl que eu gosto muito e que diz o seguinte:

“Tudo pode ser tirado de uma pessoa, exceto uma coisa: a liberdade de escolher sua atitude diante de qualquer circunstância da vida.”

Espero que, com essa reflexão de hoje, vocês possam sair daqui com a energia renovada e motivados a iniciarem uma grande mudança positiva para a vida de cada um de vocês.

Uma dica bem simples que vai ajudar você a não ficar acessando o celular a toda hora.
Se você tem mania de ficar olhando o telefone a todo instante a cada “microparada” do seu dia a ponto de não conseguir assistir a um jogo de futebol, um filme ou esperar um instante em uma fila, preste bem atenção. (Na verdade, você tem essa mania sim, né?)

Essa dica é muito simples, não vai te causar nenhum sofrimento nem abstinência, você vai continuar podendo acessar WhatsApp, Instagram, Facebook, Youtube etc. na hora que quiser, mas tem UMA coisinha que vai fazer toda a diferença e que você vai ver neste vídeo…

Saiba mais em: www.paulomachado.com

Quantas vezes por dia você desbloqueia o celular? Quanto tempo você passa em média com a atenção no celular diariamente? Quanto tempo você leva do momento em que acorda até a primeira vez que checa o telefone?

Este mês a capa da Revista SuperInteressante fala sobre o vício no celular com a estampa: Smartphone – O Novo Cigarro. Isso é algo que acomete todas as idades (com destaque especial à adolescência) e pode ter efeitos devastadores no futuro – vide o aumento de ansiedade, depressão e déficit de atenção.

Você acaba caindo em uma espiral negativa: fica no celular tanto tempo até virar um zumbi e, quando está sem o telefone, fica ansioso para acessá-lo. Nada mais te preenche e isso vai drenando a motivação e tirando o sentido do mundo fora dele. Não se conversa mais com as pessoas nas festas, nos almoços de família etc.

Neste vídeo eu trago algumas reflexões sobre os danos que isso tem causado em nossa vida e em nossa sociedade e como podemos fazer para minimizar esses efeitos e utilizar os benefícios da tecnologia em nosso favor, sem nos tornarmos escravos dela.

Se gostou, deixe o seu Like e Compartilhe… e, para manter contato comigo:

Site: http://paulomachado.com
Programa de Coaching Online: http://verdadeirosucesso.com
Canal do Youtube: http://youtube.com/c/paulomachadocoach
Instagram: http://instagram.com/paulo.machado.oficial
Linkedin: https://www.linkedin.com/in/paulorbmachado
Facebook: https://facebook.com/paulomachadocoach

Você sabe o que é Cultura do Cancelamento? Preste bem atenção nesta história… um jovem americano chamado Carson King estava em uma partida da NFL e resolveu fazer uma brincadeira: pegou um cartaz e escreveu “Preciso de dinheiro para reabastecer meu estoque de cerveja.”.

A câmera filmou ele e as pessoas acharam divertida a ideia e começaram a doar dinheiro para ele via Venmo (Tipo um PicPay/PayPal). Logo de cara, ele arrecadou 400 dólares!

Mas, aí, ele teve um atitude legal e disse assim: “Pessoal, eu não precisava de tanto dinheiro… Então, vou só tirar o dinheiro da cerveja e o resto eu vou doar para o Hospital Infantil da cidade.”.

Pronto, isso fez com que as pessoas começassem a doar mais ainda e a coisa foi tomando uma proporção cada vez maior a ponto da marca de cerveja e a Venmo falarem: nós vamos dobrar o valor das doações que forem arrecadadas.

No final, graças a esta brincadeira que começou de maneira inocente, foi arrecado 1,14 milhão de dólares para o hospital.

Muito legal né… mas a história não acaba aí.

Um jornalista foi fazer uma matéria sobre o ocorrido e começou a vasculhar o Twitter do Carson King e achou dois Tweets ofensivos de 2012 quando ele tinha 16 anos! De maneira proposital, o jornalista postou a matéria sabendo que isso iria destruir a reputação do rapaz e o que aconteceu?

Bastou essa publicação para que as empresas se distanciassem dele, as pessoas parassem de doar e ele começasse a ser “apedrejado virtualmente”.

Essa é a Cultura do Cancelamento: uma cultura que apoia uma forma de boicote contra uma pessoa que faz algo ofensivo ou tem uma opinião impopular.

Agora, vamos colocar na balança: arrecadar 1,14 milhão para um Hospital Infantil x fazer dois comentários de mau-gosto no Twitter quando tinha 16 anos, qual tem mais peso?

Mas a história não termina aí… um outro grupo de pessoas foi vasculhar o Twitter do jornalista que publicou a matéria e acabou achando coisas mil vezes piores. (Já dizia o ditado: quem com ferro fere, com ferro será ferido). Agora também estão pedindo a cabeça do jornalista.

E aí eu pergunto: Quem de nós nunca disse ou fez alguma besteira na vida? Principalmente na adolescência… onde vamos parar com esse tipo de linchamento/escrutinação do passado alheio?

Fica esta história para refletirmos…

Se gostou, deixe o seu Like e Compartilhe… e, para manter contato comigo:

Site: http://paulomachado.com

Programa de Coaching Online: http://verdadeirosucesso.com

Canal do Youtube: http://youtube.com/c/paulomachadocoach

Instagram: http://instagram.com/paulo.machado.oficial

Linkedin: https://www.linkedin.com/in/paulorbmachado

Facebook: https://facebook.com/paulomachadocoach

Por que eu decidi me inscrever no Campeonato Paranaense de Muay Thai? Aí está uma decisão que foi até de certa maneira incompreendida por pessoas muito próximas a mim – e eu sei que não foi por mal, pelo contrário, foi fruto de sentimentos de amor, carinho e preocupação comigo.

Além disso, as pessoas me falam: “Mas, Paulo… você dá Palestras no mundo Corporativo, parece que isso não combina muito com o seu perfil.”. Existe ainda uma questão de preconceito onde se confunde briga e violência com Arte Marcial…

Tem também a questão de superação física e mental, os benefícios que a luta pode trazer para seu Desenvolvimento Pessoal, sua carreira, como ela te prepara em habilidades essenciais para vencer os desafios da vida (especialmente diante de uma geração aparentemente tão fragilizada que está se formando em nosso tempo)… Então, nesse vídeo eu trago todas essas reflexões a você.

Se gostou, deixe o seu Like e Compartilhe… e, para manter contato comigo:

Site: http://paulomachado.com/

Programa de Coaching Online: http://verdadeirosucesso.com/

Canal do Youtube: http://youtube.com/c/paulomachadocoach

Instagram: http://instagram.com/paulo.machado.oficial

Linkedin: https://www.linkedin.com/in/paulorbmachado

Facebook: https://facebook.com/paulomachadocoach

Eu estava no cabeleireiro esses dias e, enquanto cortava o cabelo, um dos atendentes ficava ali ao lado o tempo todo no celular. Quando terminei, fui cumprimentá-lo para ir embora: ele apertou pause (estava jogando um jogo de futebol, provavelmente FIFA), me deu tchau e voltou a jogar – e essa cena me fez refletir…

Nada contra quem joga, eu mesmo adoro videogames, mas vamos supor que a rotina dele seja essa: chega segunda de manhã para trabalhar e, enquanto não vem um cliente para cortar, ele fica jogando. Como uma pessoa assim pode aspirar crescer profissionalmente, ganhar mais dinheiro, evoluir na vida se, neste tempo ocioso que ela dispõe, ela, em vez de preenchê-lo com coisas construtivas, acaba desperdiçando com algo que não irá levá-la a lugar algum.

O que vai acontecer neste caso se, de fato, esta for sua rotina? Os anos vão passar e ela vai se encontrar lá na frente ganhando a mesma coisa, sendo um profissional do mesmo nível que é hoje, deixando todo o seu potencial inexplorado…

Quantos profissionais a gente encontra assim no dia a dia? Um vendedor, por exemplo, que, enquanto não chega um cliente para atender, fica o tempo todo no celular quando poderia estar lendo um livro, estudando, fazendo um curso online, ouvindo uma palestra de vendas, prospectando clientes, planejando seu crescimento etc.

Por isso, coloque para si: “O meu tempo é valioso e é meu dever aproveitá-lo da melhor maneira possível.”. Preencha o seu dia com atividades de alto valor, planeje estrategicamente uma rotina de alta performance, você vai ver a diferença que isso irá fazer para o seu futuro…

Se gostou, deixe o seu Like e Compartilhe… e, para manter contato comigo:

Site: http://paulomachado.com

Programa de Coaching Online: http://verdadeirosucesso.com

Canal do Youtube: http://youtube.com/c/paulomachadocoach

Instagram: http://instagram.com/paulo.machado.oficial

Linkedin: https://www.linkedin.com/in/paulorbmachado

Facebook: https://facebook.com/paulomachadocoach

Se você continuar fazendo aquilo que sempre fez, onde vai estar daqui a 12 meses, ou daqui a 5 anos profissionalmente? Esse futuro é mais previsível do que parece. E se você se identificou ou não gostou nada do lugar que acabou de imaginar, preste bem atenção neste vídeo…

Nele, você vai entender a importância de sair do “modo automático” e planejar estrategicamente o seu Crescimento Profissional, por que você deve fazer isso IMEDIATAMENTE, o grande erro de continuar simplesmente fazendo o que você sempre fez no trabalho e, principalmente, o que você deve fazer para começar essa mudança agora mesmo.

Link: www.paulomachado.com/programa

Se gostou, deixe o seu Like e Compartilhe… e, para manter contato comigo:

Site: http://paulomachado.com

Programa de Coaching Online: http://verdadeirosucesso.com

Canal do Youtube: http://youtube.com/c/paulomachadocoach

Instagram: http://instagram.com/paulo.machado.oficial

Linkedin: https://www.linkedin.com/in/paulorbmachado

Facebook: https://facebook.com/paulomachadocoach

 “O futuro não é um lugar para onde estamos indo, mas um lugar que estamos criando. O caminho para ele não é encontrado, mas construído.”

-Antoine de Saint-Exupéry
 
O sucesso nunca é fruto do acaso, ele é sempre o resultado de um esforço inteligente, de uma conduta anterior.
Isso ocorre porque vivemos em um universo regido por leis e não pelo acaso. Dentre essas leis, existe uma, em especial, que pode ser considerada a mãe de todas as outras: a Lei de Causa e Efeito. Essa lei já é conhecida da humanidade há milhares de anos. Aristóteles a chamava de Princípio de Causalidade, os hindus de Carma, os cristãos de Plantio e Colheita, a física de Ação e Reação.
A Lei de Causa e Efeito afirma que para cada efeito em nossa vida existe uma causa específica. Perceba como a palavra “específica” faz toda a diferença na frase. A partir dela, podemos analisar esta relação de uma maneira mais profunda.
Se efeitos são gerados por causas específicas, podemos, então, aplicar esta lei ao sucesso e afirmar que, se uma vida de sucesso é o efeito, logo, ela deve ter uma causa, ou conjunto de causas específicas.
Isso vale para qualquer área da sua vida: sucesso profissional, abundância financeira, saúde física e mental etc. Vamos ver um exemplo prático para entender melhor.
Pense, por exemplo, em um casamento feliz (efeito). Se você passar tempo e observar mais atentamente o casal, irá perceber quais são foram as causas que geraram esse resultado: a forma como conversam, quanto tempo passam juntos, como lidam com problemas, quais foram os motivadores da união etc.
Agora, para ficar ainda mais fácil perceber, em vez do sucesso, pegue o insucesso. Imagine agora um casamento à beira do divórcio. Da mesma forma, essa situação não se concretizou da noite para o dia, concorda? Ela é o resultado de uma conduta consistente ao longo do tempo. Qual foi o caminho que levou a esse fim? Não foi também um conjunto de causas específicas?
A situação que cada casal se encontra nada mais é que o resultado do conjunto de ações que tiveram ao longo do tempo e que os conduziu até lá.
Se quiser ver como isso vale para dinheiro, trabalho, saúde etc., é só pensar em um familiar que está sempre com problemas financeiros, um amigo acima do peso, um colega infeliz na profissão, o princípio permanece sempre o mesmo.
A situação atual de sua vida é o resultado da sua conduta nos últimos 12 meses. Da mesma forma, analisando a sua conduta atual, é possível prever onde estará daqui 12 meses.
Ou seja, sua vida atual (efeito) é o resultado da soma de atitudes, ações, comportamentos, condutas, hábitos que você cultivou até o momento (causa). Da mesma forma, a sua vida futura será o efeito das causas que você gera no presente.
Mas e a sorte e o azar? Eles existem, mas é um erro acreditar que são responsáveis pelo seu sucesso ou fracasso. Nenhuma pessoa que conquistou o sucesso teve apenas sorte. Do mesmo modo, o azar nunca conseguiu frear quem está realmente determinado a conquistar o que quer.
Portanto, lembre-se: sorte ou azar não existem no longo prazo. Tanto o sucesso quanto o fracasso não acontecem da noite para o dia. A partir desse ponto, procure analisar melhor e a compreender mais profundamente a relação de causa e efeito que existe entre as coisas.
Sucesso = bons hábitos + boas decisões + consistência ao longo do tempo
Fracasso = maus hábitos + más decisões + consistência ao longo do tempo
Então, se existe uma Lei de Causa e Efeito e você tem o poder de ser criar as próprias causas, então é o responsável pelos efeitos que obtém em sua vida? É isso que nós vamos ver no próximo capítulo…

Para saber mais, acesse: www.paulomachado.com