Posts

A sua atitude é muito mais importante que as coisas que lhe acontecem. Ela é mais importante que o passado que você teve, a educação, o dinheiro, as circunstâncias, os fracassos ou os sucessos.
Sua atitude é mais importante do que sua aparência, habilidades, talentos e mais importante do que aquilo que as pessoas pensam ou dizem.
Ela pode construir ou destruir um negócio, um lar, uma amizade ou até mesmo uma nação. Compreenda que é ela que será determinante na vida que você vai ter.
O mais notável é que todo dia você tem a liberdade de escolher como será a sua atitude, é você e só você quem define isso. Você não pode mudar seu passado, nem o que os outros vão fazer ou pensar. Você não pode mudar o inevitável. A única coisa que você pode mudar é a sua atitude.
Na vida, 10% é o que acontece comigo e 90% é como eu escolho reagir àquilo que me acontece.”
Chuck Swindoll
Há várias coisas na vida que você não pode controlar, o seu voo que foi cancelado, o motorista desatento que bateu no seu carro, a crise política e econômica do país… mas você sempre poderá ter o domínio sobre como você escolhe lidar com tudo o que lhe acontece.
Há uma passagem famosa no livro “Os 7 hábitos das pessoas altamente eficazes”, de Stephen Covey que relata o seguinte exemplo:
Você está tomando o café da manhã com sua família. Sua filha, ao pegar a xícara, deixa o café cair na sua camisa branca de trabalho. Você não tem controle sobre isto. Mas o que acontecerá em seguida será determinado por sua reação…
Então, você se irrita. Repreende severamente sua filha e ela começa a chorar. Você censura sua esposa por ter colocado a xícara muito na beirada da mesa o que acaba em uma grande discussão.
Contrariado e resmungando, você vai mudar de camisa. Quando volta, encontra sua filha chorando mais ainda e ela acaba perdendo o ônibus para a escola. Sua esposa vai para o trabalho também contrariada e nem se despede.
Agora, você tem que levar sua filha de carro para escola. Como está atrasado, dirige em alta velocidade e é multado. Depois de 15 minutos de atraso, uma discussão com o guarda de trânsito e uma multa, vocês chegam à escola, onde sua filha entra, sem nem olhar para você. Ao chegar atrasado ao escritório, você percebe que esqueceu todo o material da apresentação que deveria fazer. Seu dia começou mal e por causa de um efeito dominó terminou pior ainda.
E aí eu lhe pergunto: Por que seu dia foi péssimo?
a) por causa do café?
b) por causa de sua filha?
c) por causa de sua esposa?
d) por causa da multa de trânsito?
e) por sua causa?
A resposta correta é a da letra “E”.
Você não teve controle sobre o que aconteceu com o café, mas o modo como você reagiu naqueles 5 minutos iniciou uma reação em cadeia que deixou seu dia assim.
Se, ao invés disso, quando o café caiu na sua camisa, você tivesse dito gentilmente a sua filha: “Está tudo bem, querida, você só precisa ter mais cuidado”. Então, era só pegar outra camisa e seguir inabalado para o cumprimento dos seus afazeres naquele dia.
Notou a diferença que uma simples reação pode ter? Duas situações iguais, que terminam de maneira muito diferente. Por quê? Por causa da atitude que escolheu ter. O que faz a diferença é como você escolhe encarar a vida e não as coisas que lhe acontecem. Por isso, tanto o sucesso como o fracasso são consequências da sua própria conduta. No longo prazo não existe sorte ou azar e sim causa e efeito.